Nesta fantástica animação de Cody Healey-Conelly, noir e glitch art se unem em uma história ambientada em um futuro distópico próximo.

Em Glitch Noir, a guerra tornou-se totalmente automatizada graças em parte, a um conglomerado de armas chamado Tyrell Omni. Seus drones de ataque começam a funcionar mal, matando civis na cidade de Nova York.

A arte de Healey-Conelly é como Roy Lichtenstein mergulhado em ácido. Se você gosta de filme noir, glitch art, ou ambos, definitivamente deve dar uma olhada.

Be Sociable, Share!